Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Brazil Sites e Idiomas Skip to Content

Por Jacqueline Cerqueira

Embora estejamos alicerçados por moderna tecnologia envolvendo a comunicação de massa, este tipo de comunicação vem sendo oferecida cada vez mais de forma intensa e nem sempre estas informações são importantes para a aplicação na vida prática das pessoas.

Observa-se que está existindo uma massificação da informação e o processo de comunicação envolve não somente informação, mas também comunicação interpessoal.

Na comunicação interpessoal é preciso estabelecermos o processo de abertura interior, precisamos nos despir de crenças que possam limitar nosso processo de desenvolvimento interpessoal. É necessário sabermos ouvir o outro, limpando nossa mente de todos as interferências do próprio pensamento ou da fala do outro.

Um elemento que dificulta o ato de ouvir é o mecanismo de defesa. Há pessoas que se defendem de ouvir o que as outras estão dizendo, pelo fato de terem que rever crenças. Não ouvindo o outro, elas ficam livres da retificação dos próprios pontos de vista, da aceitação de realidades diferentes das próprias.

O diálogo apresenta fundamental importância no processo de comunicação intrapessoal, interpessoal, intragrupal e intergrupal.

A base da comunicação humana é o diálogo e este deve ser construtivo e pautado numa relação ganha-ganha.

Se durante o processo de diálogo houver a prática do convencimento ou da persuasão sobre uma das partes envolvidas no assunto, nenhuma das duas práticas é relevante para o diálogo.

Durante o processo de comunicação se houver a necessidade destas práticas, é indício de que a outra parte envolvida no diálogo precisa de um entendimento maior sobre a questão apresentada. E para isso é necessário propiciar o entendimento sobre o seu significado através do compartilhamento da informação.

A base para uma saudável sociedade é o entendimento entre os seus povos, pois não se pode construir nenhuma sociedade sobre a base de informações contraditórias.

Para que haja um adequado processo de comunicação humana, é necessário o desafio de abertura na direção do próximo, de aceitação e respeito à concepção do pensamento do outro. Ouvir é um ato de entrega e de sabedoria.