Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Brazil Sites e Idiomas Skip to Content
Para manter a competitividade e a preferência do consumidor as empresas precisam investir em inovação constantemente. Porém, apenas o investimento em P,D&I – Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação – não garante o sucesso da organização. Tão importante quanto o valor do investimento é um sistema de indicadores e métricas para gerenciar os resultados que estão sendo obtidos.

Um sistema de indicadores deve ter quatro premissas básicas. Primeiro, as métricas devem ser representativas, ou seja, devem espelhar o progresso da organização em termos de inovação, estar conectadas com a estratégia e servir de base para tomada de decisão. Segundo, as métricas devem ser organizadas em “pilares” que representem as dimensões a serem avaliadas. Além disso, devem servir de base para o reconhecimento, portanto servir para incentivar a inovação em todos os níveis. Por fim, devem ser facilmente traduzidas em metas e comunicadas, propiciando o comprometimento dos colaboradores com os processos.

A comunicação é um fator chave para o sucesso do modelo de métricas e indicadores para inovação. O primeiro passo para a implantação do sistema é uma divulgação ampla, para que todos se comprometam a alimentar a base de dados. Com o sistema em funcionamento, a comunicação passa a ser importante para a divulgação dos indicadores de forma simples e atrativa, de forma a aumentar a visibilidade e o envolvimento das diversas áreas.

O monitoramento do sistema de indicadores e métricas de inovação não deve ser uma preocupação apenas da alta gerência, mas sim de toda a equipe do projeto. A equipe deve alimentar o banco de dados de forma constante e precisa, sendo que este processo deve refletir em recompensas financeiras e não financeiras.

Alguns dos indicadores mais importantes que se podem destacar são: retorno sobre os gastos com tecnologia, receita de novos produtos, satisfação do cliente com novas funcionalidades, mix do portfólio e número de serviços de valor adicionado identificados, entre outros.

Um bom sistema de indicadores e métricas deve servir como fonte de novas soluções e como oportunidade para novos negócios. As lições aprendidas por cada grupo devem ser compartilhadas com os outros através de um sistema de Gestão do Conhecimento.

Autor: Daniel Rodrigues

O tema “Indicadores e Métricas de Inovação” faz parte do Programa de Certificação de Gestores em Inovação - IBELT, da consultoria Pieracciani Desenvolvimento de Empresas em parceria com a SGS Academy. Para saber mais entre em contato através do br.treinamento@sgs.com