Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Brazil Sites e Idiomas Skip to Content

O hábito de embalar alimentos surgiu no início da humanidade, quando animais abatidos em caça e alimentos colhidos precisavam ser transportados.

A História da Embalagem para Alimentos

Folhas de árvores e de plantas teriam sido a matéria prima das primeiras embalagens para alimentos produzidas pelo homem, utilizadas como recipientes para carnes de caças, por exemplo. Com o desenvolvimento das sociedades, surgiram também os potes de barro, caixas de madeira e sacos de tecidos como palha e pele de animais que, por serem mais leves, facilitavam o transporte dos mantimentos.

Com o início das atividades agrícolas, a evolução se estendeu aos métodos de conservação dos alimentos. Trigo e similares ofereciam maior durabilidade quando estocados e, por esse motivo, passaram a ser armazenados em maiores quantidades. Para enfrentar as longas viagens de navio, passou-se a dissecar os alimentos crus, como carnes em geral, através de conservas feitas em banha e sal, dessa forma todo o estoque da embarcação permanecia disponível para consumo durante os meses de navegação.

O Avanço e a Regulamentação das Embalagens para Alimentos

Atualmente, para que o mercado possa oferecer opções que garantam a segurança do consumidor e atendam suas necessidades, é preciso que a agricultura, a indústria e o comércio sigam investindo em avanços que se estendam as embalagens, produtos e utensílios que entrem em contato direto com os alimentos.

Para assegurar isso aconteça, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabeleceu um conjunto de regulamentos compulsórios sobre a conservação e a embalagem para alimentos em geral, que quando não atendidos, geram penalidades as empresas infratoras.

Desde o fornecedor da matéria prima até o fabricante da embalagem para alimentos final, a indústria alimentícia precisa de soluções confiáveis para qualificar sua cadeia de suprimentos e demonstrar a conformidade em materiais como: pigmentos, máster, resina, adesivo, aditivos, metalização, filmes plásticos, celulose, entre outros.É importante ressaltar que parte das regulamentações atendem o Mercosul, e a fiscalização é segmentada de acordo com os materiais utilizados na fabricação das embalagens e produtos.

Soluções SGS para Embalagens para Alimentos

Com o maior portfólio de análises Food Contact acreditadas no Brasil, segundo os requisitos da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025, a SGS conta com expertise técnica e ampla estrutura de laboratórios para auxiliar seu negócio na obtenção de dados analíticos considerados fundamentais na avaliação de segurança do uso de embalagens, materiais e produtos que entrem em contato com alimentos. 

Atuamos com preços competitivos e agilidade na entrega dos relatórios. Acesse nossa lista completa de análises em Food Contact e entre contato com nossos especialistas para mais soluções. 

SAIBA MAIS SOBRE TETRAFLUORETILENO: NOVOS ENSAIOS DE MIGRAÇÃO

Entre em contato conosco:

Equipe Food Contact:

br.comercialhardgoods@sgs.com

t: +11 2664 9595

Sobre a SGS

A SGS é a empresa líder mundial em inspeção, verificação, teste e certificação. A SGS é reconhecida como referência global em qualidade e integridade. Com mais de 97.000 funcionários, a SGS opera uma rede de mais de 2.600 escritórios e laboratórios em todo o mundo.