Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Brazil Sites e Idiomas Skip to Content

O Índice de qualidade do ar nos permite entender os níveis de poluição atmosférica concentradas em ambientes internos e externos e as propriedades que tornam o ar impróprio, ofensivo e danoso à saúde e ao meio ambiente.

O Índice de Qualidade do Ar (IQA) é uma representação dos níveis de concentração de poluição do ar. Ele atribui números em uma escala entre 0 e 400 e é usado para ajudar a determinar quando se espera que a qualidade do ar seja prejudicial.

Com base nos padrões de qualidade do ar, o IQA inclui medidas para sete principais poluentes do ar:

  • Partículas Totais em Suspensão (PTS)
  • Fumaça
  • Partículas Inaláveis (PI ou PM10)
  • Dióxido de Enxofre (SO2)
  • Monóxido de Carbono (CO)
  • Ozônio (O3)
  • Dióxido de Nitrogênio (NO2)

Na escala de valores da qualidade do ar, cada número AQI refere-se a quantidades específicas de poluição no ar. Se a concentração de um poluente ultrapassar os valores previstos, a qualidade do ar pode não ser saudável para o público.

Os números usados para a escala AQI são divididos em seis faixas:

Valores do Indíce da
Qualidade do ar (IQA)

Qualidade do ar

Efeitos sobre
a saúde humana

0 - 50

Boa

Seguro à saúde

51 -100

Regular

Tolerável

101 - 190

Inadequada

Insalubre para
grupos sensíveis

200 - 299

Muito insalubre
(Nível de atenção)

300 - 399

Péssima

Perigoso

Acima de 400

Crítica

Muito perigoso
(Nível de Emergência)

 

Padrões de Qualidade do ar

Os seres humanos podem ser afetados de maneira prejudicial pela exposição a poluentes do ar no ar ambiente.

Em resposta, o Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA, desenvolveu um extenso corpo de legislação que estabelece padrões e objetivos baseados em saúde para vários poluentes presentes no ar.

No Brasil os padrões de qualidade do ar são estabelecidos pela Resolução CONAMA nº 491/2018 e tem o objetivo de prover um instrumento de gestão da qualidade do ar, ajudar na medição de poluentes presentes e introduzir os efeitos de cada cada condição do ar sobre a saúde humana.

Gestão da Qualidade do Ar

O gerenciamento da qualidade do ar se refere a todas as atividades que uma autoridade reguladora realiza para ajudar a proteger a saúde humana e o meio ambiente dos efeitos nocivos da poluição do ar.

Os gerentes de qualidade do ar precisam determinar quanta redução de emissões é necessária para atingir a meta. Para isso, usam inventários de emissões, monitoramento do ar, modelagem da qualidade do ar e outras ferramentas de avaliação a fim de entender completamente o problema da qualidade do ar.

Tratando-se de empresas e organizações é importante realizar uma avaliação contínua para saber se seus objetivos de qualidade do ar estão sendo atingidos.

Aprofunde-se

SOBRE A SGS

A SGS é a empresa líder mundial em inspeção, verificação, testes, certificação e treinamentos. Reconhecida como referência global em qualidade e integridade, a SGS conta com mais de 94.000 funcionários e opera uma rede de mais de 2.600 escritórios e laboratórios em todo o mundo.